Anúncio
in

Auxílio emergencial de até R$ 3.000 tem saque liberado nesta semana

Milhares de cidadãos podem resgatar valores “atrasados” do auxílio emergencial. Conheça as condições necessárias e como consultar.

Foto: Reprodução
Anúncio

Auxílio Emergencial foi um programa do governo federal criado logo no início da pandemia, em abril de 2020. De lá para cá, a ajuda foi repassada a milhões de famílias, com valores distintos a cada nova prorrogação. Neste mês de agosto, quem não sacou a cota dupla ganhou uma nova chance de fazer isso.

Está disponível para saque o chamado “Auxílio Emergencial Retroativo”, com valores que podem chegar a R$ 3 mil. A quantia extra é destinada aos pais solteiros chefes de família monoparental, ou seja, sem companheira ou cônjuge. Além disso outras regras precisam ser cumpridas. Veja!

Quem pode sacar o Auxílio Emergencial retroativo?

Anúncio

Para receber o benefício, o homem responsável pela casa deve atender os seguintes requisitos:

  • Não possuir cônjuge ou companheira;
  • Estar cadastrado como “Responsável Familiar”;
  • Ter recebido a cota simples do Auxílio Emergencial entre abril e agosto de 2020;
  • Ter na família pessoas menores de 18 anos de idade;
  • Ter efetuado o cadastro do Auxílio Emergencial por meio das plataformas digitais até o dia 2 de julho de 2020, prazo final para ter feito a inscrição no programa.

Qual o valor da quantia adicional?

Auxílio Emergencial Retroativo pode chegar até R$ 3 mil, na soma das primeiras 5 parcelas de R$ 600 pagas pelo benefício entre abril e agosto de 2020. O valor foi liberado como compensação aos pais solteiros que deveriam ter recebido a cota dupla anos atrás. Na ocasião, apenas as mães solteiras tiveram acesso a R$ 1,2 mil.

Anúncio

A previsão é que 1,3 milhão de pais solteiros tenham direito à cota dupla do Auxílio Emergencial em 2022. Até o momento, 823,4 mil beneficiários já foram contemplados com os retroativos de R$ 600 referente a cada mês de benefício.

Como consultar o Auxílio Emergencial retroativo?

Para saber se tem dinheiro a receber, o cidadão pode acessar o site de consulta ao Auxílio Emergencial. A página vai informar se a pessoa atende os critérios de elegibilidade para o recebimento dos valores atrasados. Lembrando que o acesso é feito com CPF e senha, por meio de conta gov.br.

Anúncio