Anúncio
in

Caixa lança aplicativo do FIES para renegociação de dívidas; veja como acessar

Novo aplicativo do FIES irá facilitar a vida dos alunos que precisam de informações e simulações acerca dos contratos e renegociação dos débitos estudantis.

Caixa lança aplicativo do FIES para renegociação de dívidas; veja como acessar - Foto: Reprodução
Anúncio

A Caixa Econômica Federal acaba de lançar um aplicativo do Fundo de Financiamento da Educação (Fies). Por meio dele, os estudantes poderão renegociar as suas dívidas com descontos de até 99%. A ferramenta ficará disponível para download a partir de 1 de setembro.

Leia mais: Estes 25 carros e muitos outros estarão isentos do IPVA em 2023; saiba quais são

Anúncio

Além da renegociação de dívidas, os usuários do aplicativo poderão acompanhar todos os dados do contrato e outros serviços também. A intenção é reunir em um só lugar as informações relevantes sobre o contrato com o FIES. Pelo app, os alunos também poderão gerar boletos para ficar em dia com os pagamentos em questão.

Aplicativo do FIES

As regras para a negociação de dívidas foram definidas pelo governo em julho deste ano. Quem tiver interesse em aproveitar o abatimento e as condições mais atrativas deve fazer a adesão à renegociação até 31 de dezembro.

Anúncio

Segundo previsão apresentada pelo Governo Federal, mais de 1,85 milhão de estudantes serão beneficiados com o uso da ferramenta. O novo canal de atendimento da Caixa irá permitir um acesso mais facilitado à renegociação dos débitos, visto que o cidadão irá confirmar se está ou não apto para participar da renegociação em questão. Caso sim, ele poderá simular as opções disponíveis e fazer a adesão.

As condições, de acordo com as regras definidas pelo governo, consideram o tempo de atraso nos pagamentos. Por exemplo: quem não tem atraso será beneficiado por um desconto de 12% no valor a ser pago, desde que a quitação seja à vista. Por outro lado, quem já está com parcelas do financiamento estudantil atrasadas há 90 dias, verá a subtração de 100% dos juros e taxas, além de 12% no valor principal para pagamento à vista.

Anúncio

O desconto só está fora da mesa para aqueles que decidirem pagar o que devem em até 150 vezes.

Já os estudantes com atrasos superiores a um ano, desde que tenham recebido o Auxílio Emergencial no ano passado ou que estejam inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), terão acesso a um abatimento de 92% para pagamento à vista. Os que estão com parcelas com mais de cinco anos de atraso, mas se veem nas mesmas condições em relação ao auxílio e à inscrição, verão que o desconto subirá para 99% no pagamento à vista.

Anúncio

Todas essas condições poderão ser verificadas também no aplicativo do FIES.

Anúncio