Anúncio
in

Moeda rara de R$ 1 pode valer R$ 8 mil para os colecionadores; entenda

A moeda rara de R$ 1 ganhou a atenção dos brasileiros depois que um vídeo bombou no TikTok. Pensa que incrível receber R$ 8 mil em troca de R$ 1?

Moeda rara de R$ 1 pode valer R$ 8 mil para os colecionadores; entenda - Foto: Reprodução
Anúncio

Para muitos pode parecer uma história impossível. Mas tem colecionador que paga – sem dó e com muito orgulho – R$ 8 mil por uma moeda rara de R$ 1. É o caso da coleção em comemoração aos Jogos Olímpicos Rio de Janeiro 2016. O vídeo de um colecionador fez sucesso no TikTok e chamou a atenção de muita gente.

A moeda rara é chamada de “perna de pau”. No vídeo, o colecionador está com uma em mãos. Ele mostra detalhes da moeda e diz que paga entre R$ 6 mil e R$ 8 mil pelo item. A postagem fez muita gente revirar as gavetas – e até os cofrinhos – em busca da moeda especial.

Moeda rara de R$ 1

Moedas raras valiosas – Foto: Reprodução
Anúncio

A moeda Rio 2016 foi criada entre 2014 e 2016. No total são 16 unidades diferentes. Elas ilustram o esporte olímpico ou paraolímpico. Todas as imagens são impressas na face de 1 real.

Por muito tempo essas moedas circularam normalmente, sem serem vistas com valor tão especial. Mas é justamente a raridade que chama a atenção dos colecionadores. Tanto que agora uma única moeda pode custar R$ 8 mil.

Anúncio

O projeto da coleção especial foi desenvolvido pelo Banco Central, em parceria com a Casa da Moeda e o suporte técnico do Comitê Organizador dos Jogos do Rio 2016.

Para quem é colecionador, o valor de uma moeda é calculado pela raridade. Ou seja, quantos menos em circulação, mais rara a moeda é – e mais cara também.

Anúncio

Outras moedas que também são muito valiosas carregam o mascote da Copa e a entrega da bandeira dos Jogos de Londres para os do Rio. Todas elas são muito procuradas pelos colecionadores.

Se você encontrar uma moeda antiga, perdida na gaveta de casa, vale a pena conferir se o item é considerado raro e até lucrar um bom dinheiro com isso. Um caminho é fazer a avaliação da moeda em uma loja especializada, que pode ser virtual ou física. Ou quem sabe até acompanhar as casas de leilão específicas para os colecionadores.

Anúncio