Anúncio
in

Receita paga 4º lote de restituição do IR 2022: descubra se você recebe

Mais de 4 milhões de contribuintes vão receber o dinheiro no quarto lote de restituição do IR. A consulta à lista já está disponível. Saiba como pesquisar.

Receita paga 4º lote de restituição do IR 2022: descubra se você recebe - Foto: Reprodução
Anúncio

A Receita Federal paga nesta quarta-feira, 31, o quarto lote de restituição do Imposto de Renda (IR). Esse é o penúltimo pagamento e deve contemplar cerca de 4,4 milhões de contribuintes. O valor total chega a R$ 6 bilhões. Veja como consultar a lista de restituição para saber se receberá os seus valores dessa vez.

Leia mais: Auxílio caminhoneiro: Termina hoje o prazo para autodeclaração

Anúncio

O contribuinte que entregou a declaração corretamente e não caiu na malha fina tem só mais dois lotes para ser restituído. Quem está em dúvidas deve ficar atento e consultar o aplicativo do órgão, pois é por ele que se torna possível realizar essa verificação acerca de alguma pendência que esteja bloqueando a restituição.

Quarto lote de restituição do IR

A Receita também liberou a consulta aos lotes residuais. Esses são os contribuintes que caíram na malha fina em anos anteriores, mas depois acertaram as contas com o Fisco, então agora podem ser restituídos.

Anúncio

Além do aplicativo, a consulta também está disponível por meio da página oficial do órgão. Alguns contribuintes com prioridade legal recebem neste lote de restituição do IR. Estamos falando de pessoas com 60 anos ou mais, além de contribuintes com deficiência e aqueles em cuja maior fonte de renda é o magistério.

De acordo com a Receita Federal, as pessoas que têm preferência devem receber um total de R$ 265 milhões neste penúltimo pagamento. O maior grupo é de pessoas com idade entre 60 e 79 anos.

Anúncio

Seguindo o calendário de pagamentos, o quinto e último lote ficará disponível em 30 de setembro. O dinheiro é depositado automaticamente na conta indicada pelo contribuinte durante a declaração.

Quem estiver com todas as informações corretas e ainda assim não for restituído, a orientação é procurar o Banco do Brasil para fazer o resgate dos valores, visto que a quantia fica disponível por até um ano.

Anúncio

Por outro lado, quem ainda não corrigiu os erros na declaração deve resolver a pendência ou apresentar a comprovação de que os dados estão corretos, pois só depois disso é que as restituições ficam liberadas.

Anúncio