Anúncio
in

Seu cadastro está ativo para receber o Auxílio Brasil em setembro? Descubra!

Manutenção da família na folha de pagamento do programa social depende da correta atualização do CadÚnico.

Seu cadastro está ativo para receber o Auxílio Brasil em setembro? Descubra! - Foto: Reprodução
Anúncio

Auxílio Brasil é o maior programa social do país, hoje com cerca de 20,2 milhões de famílias em sua folha de pagamento. No último mês, o Ministério da Cidadania confirmou a inclusão de milhões de beneficiários, mas é importante lembrar que exclusões também ocorrem.

Leia mais: Auxílio Brasil e vale-gás: veja o calendário completo dos próximos pagamentos

Anúncio

Muitas pessoas são excluídas do benefício todos os meses por não cumprirem os requisitos mínimos exigidos. Um deles é manter o Cadastro Único (CadÚnico) sempre atualizado, sendo obrigatório renovar as informações a cada dois anos ou quando houver alguma novidade relevante.

Quando o governo percebe que o cidadão não está com o cadastro em dia, os pagamentos são bloqueados e eventualmente até suspensos. Há quem acabe sendo pego de surpresa, e quando menos espera fica sem o Auxílio Brasil.

Como consultar o cadastro?

Anúncio

Para evitar qualquer problema nos repasses, a dica ficar sempre atento aos canais digitais do programa. As informações importantes, como necessidade de atualização, são divulgadas por meio dos aplicativos oficiais CadÚnico e Auxílio Brasil (disponíveis para Android e iOS).

Se nenhuma alteração importante ocorreu nos últimos dois anos, basta atualizar a inscrição pelo próprio app do Cadastro Único. Contudo, na hipótese de necessidade de atualização de algum dado, o cidadão precisa procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo.

Auxílio Brasil até dezembro

Anúncio

Em julho, o Congresso aprovou uma emenda constitucional que liberou bilhões em recursos para ampliação e criação de programas sociais para a população. A principal medida foi o aumento do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600 mensais, mas ela só tem validade até dezembro.

O cronograma original do benefício quase sempre abrange os dez últimos dias úteis de cada mês, mas em agosto o governo adiantou calendário e realizou os repasses entre os dias 9 e 22. A expectativa é que a antecipação do calendário também ocorra em setembro.

Anúncio